Um Projeto: Fundação Estudar
voltar a ser produtivo

Como voltar a ser produtivo depois de um período ocioso? Confira dicas de especialista

Por Suria Barbosa

Escritor especializado em assuntos relacionados à produtividade destaca cinco dicas para voltar a render depois de sair da linha

A produtividade não é uma constante na vida de ninguém. Às vezes uma fuga na rotina, por menor que seja, afeta nossa eficiência e pode ser realmente difícil voltar a ser produtivo. 

Especialmente neste período de volta do Carnaval, é importante saber como colocar a rotina de volta nos trilhos. Por isso, confira as dicas que o escritor e empreendedor holandês Darius Foroux deu sobre retomar as atividades depois de um período “preguiçoso”.

Como voltar aos trilhos

Técnicas para colocar voltar a ser produtivo

Sabe aquele sentimento de estar se desempenhando ao máximo? E de que tudo está indo bem?

  • Você acorda todo dia cedo para ir à academia.
  • Você escreve 500 palavras por dia.
  • Você faz ligações diárias de prospecção.
  • Você escreve no seu diário com profundidade, e não pula nenhum dia.
  • Você não come besteiras.

E, consequentemente, tudo vai bem na sua vida. Toda pessoa produtiva já passou por isso. Quando você faz as coisas que sabe que deveria fazer, você se sente no controle da sua vida.

Como Woody Allen diz, “Oitenta por cento do sucesso é estar presente.” E você está presente.

Mas, de repente, acontece algo que atrapalha seu momentum. Talvez um contratempo inesperado que mexe com sua mente. Ou uma viagem internacional que atrapalha sua rotina. Coisas ruins acontecem.

E, agora, você não consegue fazer nada direito. Você acorda cansado. Você não tem vontade de ir à academia. Você não quer trabalhar. E você sente pena de si mesmo.

Também soa familiar? Bem, isso aconteceu comigo recentemente quando voltei de uma viagem de duas semanas à Tailândia. Foi assim que voltei aos trilhos.

Leia também: As melhores TED Talks sobre como trabalhar bem

#1 Não resista

Quando tudo está indo bem, você segue a maré. Quando as coisas não estão indo bem, você está tentando ir contra.  

Todos sabemos que é inútil nadar rio acima. Então, ao invés de se sentir frustrado e se cobrar demais, pegue leve.

Se você não está sendo produtivo por um tempo, não é o fim do mundo. Acontece com as pessoas mais produtivas que conheço.

Então, se você está se sentindo improdutivo, faça uso disso! Tome aquele sorvete. Durma mais. Não se exercite. Relaxe um pouco. Antes de você perceber, vai querer voltar à sua rotina produtiva. Ser improdutivo por muito tempo é um saco.

#2 Recrie o passado

Aprendi que olhar para trás só é bom por uma razão: aprender.

Se você está fora dos trilhos, essa é a hora perfeita para olhar para trás.

Pense em um momento em que você esteve em um estado de espírito poderoso. Um momento em que tudo ia bem.

E tente ser bem específico. Por exemplo, eu lembro que estava sentada em nosso novo escritório recentemente, falando com nossos contadores sobre finanças. Eu também havia acabado de comprar um novo apartamento, fazia exercícios todos os dias, me sentia muito forte, e as coisas iam bem. Eu me sentia bem.

Olhe para seu passado e tente lembrar de algo parecido. Pode ser qualquer coisa. O dia que seu filho nasceu, quando conseguiu seu diploma, um aumento, um carro novo, ou quando pediu seu cônjuge em casamento, etc.

Agora, sente-se, e imagine aquele momento vividamente. O que você estava vestindo, que perfume usava, qual era sua linguagem corporal? Tente ser o mais específico possível.

Se você fizer isso várias vezes por dia, vai notar que começará a se sentir daquele jeito novamente.

Sentir-se bem é tudo na sua mente. Em um instante, e sem razão específica, você pode ir de triste a feliz, e de acanhado a poderoso.

Você tem o poder de controlar sua mente. Por que não usá-lo?

Leia também: Como acabar com a autossabotagem na carreira?

#3 Foque em esforço, não resultados

“Às vezes, as coisas podem não acontecer da sua forma, mas o esforço deve existir todas as noites”, disse Michael Jordan sobre jogar basquete profissional.

O NBA é uma das competições mais longas do mundo. A temporada regular dura 6 meses e 82 jogos. Isso excluindo os jogos de desempate.

E, no basquete, muitos fatores diferentes influenciam o resultado de um jogo. O melhor jogador pode cometer duas faltas rápidas nos primeiros minutos, e não jogar até o final do último trimestre. O juiz pode errar em alguns momentos. É só nomear; qualquer coisa pode acontecer.

Times da NBA, independentemente de quão bons são, perdem muitos jogos durante uma temporada. E é fácil deixar uma perda te puxar para uma espiral negativa. Por isso, muitos times que perdem continuam perdendo.

Como o lendário técnico de futebol americano, Vince Lombardi, disse, “Ganhar é um hábito. Infelizmente, perder também é.”

Eu gosto dessa mentalidade. E você ganha focando no seu esforço, como Michael Jordan disse.

Mas, quando você está preso em uma rotina, é fácil focar apenas nos resultados. Pode ganhar peso, perder dinheiro e não conseguir os resultados que quer no trabalho, mas você não pode esquecer de uma coisa: você vai voltar.

No entanto, isso exige que você foque no seu esforço. É a única coisa que nos traz de volta. Os resultados vão ser consequência.  

#4 Planeje seus dias meticulosamente

“O que devo fazer em seguida?” É o que você deve nunca pensar consigo mesmo.

Quando você planeja por dias, você sabe o que tem que fazer. E é muito fácil:

  1.  Olhe suas metas (se você não tem metas, invente-as)
  2. Pense quais atividades diárias você deve cumprir para alcançá-las
  3. Programe estas atividades no seu calendário
  4. Também planeje seu tempo para família, amigos, relaxar, ler, etc.

Se você acha que as pessoas vão te chamar de controlador, não se preocupe. Também conheci as pessoas que dizem ter seus calendários vazios. Eles são mentirosos. Toda pessoa feliz e bem-sucedida separa um tempo para as suas principais prioridades.

Se eles usam a mente ou o calendário para fazer isso, não importa.

O que importa é que temos que realizar atividades que nos deixem mais próximos dos nossos objetivos. Você pode ter todos os planos e metas do mundo, mas, se você não sabe como vai fazer eles acontecerem, está perdido.

Dwight Eisenhower disse perfeitamente:

“Planos não são nada; planejamento é tudo.”

Isso me lembra, preciso prosseguir com meu dia. Eu tinha planejado utilizar a última uma hora para escrever este artigo. Agora que terminei, preciso passar para a próxima coisa.

Qual a próxima coisa que você vai fazer? Não sabe? Que tal fazer um planejamento?

 

Este artigo é uma tradução do Thrive Global. Para conferir o original (em inglês), clique aqui.

 

Dica do Na Prática:

Ainda não sabe qual rumo dar para a sua carreira? Não deixe de conhecer bem de perto o mercado de trabalho antes de tomar qualquer decisão, pois um erro nesta etapa pode gerar grandes frustrações, te levando até caminhos que não fazem sentido para você. Mas fique tranquilo, foi pensando neste desafio que a Fundação Estudar criou o Carreira Na Prática, um curso no qual você irá visitar empresas, entender a rotina de trabalho e tirar dúvidas com profissionais para tomar decisões mais embasadas. Inscreva-se até este Domingo, 29/05, com 20% de desconto usando o cupom MINHACARREIRA. Clique aqui para saber mais!

 

 

O que achou do post? Deixe um comentário ou marque seu amigo