Um Projeto: Fundação Estudar
Menina escrevendo em post-it

Como nasceu o Encontro de Jovens Transformadores, que aposta no potencial de mudança da nova geração

Por Ana Pinho

A ideia, que surgiu durante o Laboratório do Na Prática, pretende reunir jovens brasileiros de todos os cantos para trocar experiências e transformações sociais; as inscrições já estão abertas para a próxima edição

Em 2012, um grupo de “laboratoristas” – participantes do Laboratório, o programa de formação de lideranças do Na Prática – não queria que a experiência terminasse. Mas também queriam ampliar seu alcance. “Nós discutíamos que era tudo tão intenso e interessante e, ao mesmo tempo, tão regional”, lembra Anderson Pereira. “Então por que não criar uma experiência assim em que pessoas de todo o Brasil pudessem intercambiar experiências?”

Na época, ele havia acabado de voltar de uma viagem ao Vale do Silício. “A coisa mais importante que aprendi lá é que, independente do que eu fosse fazer, precisava estar cercado de pessoas essencialmente melhores que eu”, lembra. “No Laboratório, conheci pessoas fantásticas que são minhas amigas até hoje e informaram minha visão de mundo.”

Leia também: Veja livros recomendados pelos professores da Harvard Business School

Um dos pilares do programa – que envolve juntar gente boa, engajada e que sonha grande – está na base do que seu projeto pretende levar para o maior número de jovens possível. Essa foi a semente do Encontro de Jovens Transformadores (EJT). Organizado voluntariamente por uma equipe de 25 pessoas, incluindo Anderson, que atua como coordenador geral, o evento é um encontro anual e que chagará a quarta edição nos dias 24 e 25 de setembro, em São Paulo.

História O EJT surgiu como a missão de conectar, inspirar e mobilizar jovens na construção de um país melhor. Funciona da seguinte maneira: os interessados se inscrevem pelo site e passam por um processo de seleção. Centenas são escolhidos e se reúnem durante um fim de semana repleto de atividades, como palestras, debates e seminários. Lá, discutem os principais desafios do Brasil e suas possíveis soluções.

Para selecionar seus participantes, a equipe desenvolveu uma técnica batizada de coeficiente transformador. “Mensuramos qual é o potencial de impacto daquele jovem na sociedade e escolhemos os que mais conseguem transformá-la”, explica. “É algo que independe da idade e de área de trabalho. Selecionamos quem têm poder e capacidade para transformar seus ambientes.”

Inscreva-se no curso por email: Como se autodesenvolver

As conversas do encontro presencial são segmentadas por áreas, como empreendedorismo, educação ou sustentabilidade, e muitas contam com a participação de lideranças nacionais já estabelecidas. “A questão é pensar: como eu consigo me engajar para resolver esses problemas?”, resume Anderson.

A popularidade da ideia (e a quantidade de coisas a ser discutida) acabou transbordando para o resto do ano. Hoje, há várias pequenas versões do EJT, como o Papo Transformador, que traz entrevistas com membros da rede via YouTube, e o Esquenta, que oferece uma série de palestras Brasil afora.

Encontro de Jovens Transformadores
[divulgação]

O impacto, diz Anderson, é cada vez maior. Em três anos, o número de participantes quadruplicou e, em 2015, cerca de 600 jovens de dezenove estados brasileiros marcaram presença. A rede de contatos, por sua vez, conta com mais de cinco mil pessoas.

Após o evento presencial, essa mesma rede é ativada continuamente – e Anderson garante que as relações criadas são fortes e naturais. “Jovens que já estão engajados com projetos de transformação social podem encontrar alguém de Minas Gerais ou do Tocantins com projetos similares e assim eles conseguem se ajudar mutualmente”, diz. “Nossa plataforma consegue ajudá-los a chegar um pouco mais longe.”

As inscrições para a próxima edição do Encontro de Jovens Transformadores estão abertas e podem ser feitas online.

 

Dica do Na Prática:

Conhecer de perto as etapas de um processo seletivo e entender como acontece cada uma delas aumenta as suas chances de contratação. Se você ainda não se sente 100% confiante, não se preocupe, a Fundação Estudar reuniu as maiores referências no assunto em um curso online para te ajudar neste desafio. Inscreva-se agora pagando somente R$ 39 com o cupom PROCSEL_20 clicando aqui.

 

O que achou do post? Deixe um comentário ou marque seu amigo