Um Projeto: Fundação Estudar
Aplicativos do iPhone

5 competências essenciais em um profissional de marketing

Por Redação, do Na Prática

Especialista e profissional com experiência na área dão dicas para os jovens que têm interesse em exercer essa função em uma grande empresa se prepararem desde já

Quando se assiste a um comercial de algum produto ou serviço da TV, é comum pensar que trabalhar fazendo isso deve ser simples e divertido, como a linguagem usada ali. Mas não é bem assim. Meses antes daquela publicidade, a empresa realizou uma série de estudos para definir como divulgar a novidade da melhor maneira, que públicos seriam atingidos, o que os concorrentes fizeram antes, em quanto tempo este investimento em publicidade vai se pagar, entre outros pontos. E quem pensa nisso é o profissional de marketing.

Os jovens que desejam trabalhar na área precisam ter algumas competências um tanto abrangentes, até mais do que o necessário em outras carreiras executivas. Isso por que, ao mesmo tempo em que ele deve ser criativo, caraterística bastante subjetiva, também precisa ter familiaridade com matemática, na mesma proporção.

Para Daniela Khauaja, profissional com mais de vinte anos de experiência e hoje professora da FIA e da ESPM, quem quer muito trilhar esse caminho pode até mesmo fazer outra graduação para se preparar. “O mais recomendado é fazer uma faculdade em Administração porque assim vai ter uma visão mais abrangente do que é um negócio e qual é o papel do marketing”, disse.

Baixe o nosso Ebook: Tudo sobre a carreira em marketing

Seguir estudando e ter experiências no exterior também rendem oportunidades de crescimento pessoal e profissional. “O profissional precisa ter a capacidade de conseguir ver o mundo com o olhar do outro”, explica ela. “A experiência internacional te faz começar a olhar a sua cultura com outra visão. É claro que ninguém consegue se despir totalmente do que é, mas é preciso tentar.”

Seja como for, o investimento deve valer a pena. Afinal, esta ainda é uma área em ascendência: em 2015, uma habilidade com marketing, SMO e SEO foi a quarta mais buscada globalmente, segundo o LinkedIn. No ranking brasileiro, habilidades com marketing em mídias sociais e marketing digital também apareceram bem cotadas.

A seguir, o gerente de marketing de categoria do Boticário, Ricardo Gritsch, e o professor do programa Certificate in Marketing Management do Insper, Giancarlo Greco, dão algumas dicas para quem se interessa pela função:

1. Ter bastante curiosidade

Os profissionais de marketing não desligam: mesmo quando estão passeando no shopping no tempo livre, ou folheando uma revista na cama, ficam analisando comportamentos e tendências de consumo. Por que tal produto foi um sucesso, e o outro um fracasso? Por que lançaram tal produto agora? O que achei desse produto que acabei de testar? Será que isso agradaria o consumidor da minha marca? Que impacto essa novidade tem no meu negócio? São perguntas que ele se faz o tempo todo. “Você tem que gostar de bater perna na rua, de entrar nas lojas e ficar analisando o ambiente e os clientes. Se viajar para outra cidade, deve ficar com o radar sempre ligado”, afirma o gerente de marketing do Boticário.

2. Saber se comunicar bem

As pessoas que trabalham nessa área transitam mais que a média dos colegas nos outros setores da empresa. A interação com a equipe financeira, jurídica e com os técnicos que criam produtos ou serviços é intensa. Sem falar do contato com a agência de publicidade, que tem outra cabeça. “É preciso ter facilidade de falar em público, sendo objetivo e claro nas suas apresentações, assim como deve conseguir conversar de maneira técnica com o engenheiro e ajudar a criar um comercial com a garotada da agência de publicidade”, diz o professor do Insper. Se isso for uma barreira, vale procurar livros e cursos no mercado para treinar!

Conheça o Imersão Marketing e Comercial, programa de carreira do Na Prática

3. Desenvolver familiaridade com números

Por muito tempo, as empresas pouparam o profissional de marketing da necessidade de provar os resultados da sua área em números. Certamente, é mais desafiador para este profissional mensurar o resultado de um consumidor satisfeito do que para um financeiro apresentar a conta de um corte de gastos. Mas agora a situação mudou. Cada vez mais, as empresas exigem desses profissionais a capacidade de mensurar tudo relacionado a seu universo – como o impacto das campanhas nas redes sociais, por exemplo – e a justificar suas ideias em números. E não adianta contar com a área financeira. O próprio setor deve ser capaz de fazer seus cálculos.

competências em marketing
[pexels.com]

4. Falar bem pelo menos um outro idioma

Se a própria palavra “marketing” não ganhou tradução do inglês em português, imagine outras que aparecem no cotidiano desse profissional. “Briefing”, “brainstorm”, “marketplace”, “mailing”, “branding”, “franchising”… A lista de expressões usadas em inglês é infinita. Trata-se de uma comunicação quase bilíngue, e isso é tão natural, que o profissional nem sente que está falando em outro idioma. Portanto, ter fluência em inglês é uma obrigação. Recomenda-se também ser fluente em espanhol, porque, como o Brasil faz parte da América Latina, em quase todas as empresas multinacionais a língua é bastante usada nas reuniões entre os executivos da região.

5. Entender de redes sociais 

Não adianta só gostar de passar horas no Facebook e no Twitter, olhando as atividades dos amigos. O profissional de marketing precisa saber como as redes funcionam, o que é um grande desafio, pois as regras mudam todo ano, e a publicidade cada vez mais migra para a internet. Além de monitorar constantemente a atividade do público nas redes e as interações com a página da marca, é necessário fazer presente na vida do consumidor levando conteúdo de qualidade para ele – seja com textos, imagens, vídeos ou campanhas. Fazer com que a marca de fato converse com seu consumidor nas redes. Como isso é algo totalmente novo, poucas empresas e profissionais sabem fazer direito. Por isso, é um diferencial competitivo para o jovem que gosta do assunto e consegue dominá-lo.

No vídeo a seguir, descubra como o publicitário Nizan Guanaes, do Grupo ABC, descobriu sua paixão pelo mercado de propaganda!

Matéria originalmente publicada em 30/6/2014 e atualizada em 12/5/2016.

 

Dica do Na Prática:

Ainda não sabe qual rumo dar para a sua carreira? Não deixe de conhecer bem de perto o mercado de trabalho antes de tomar qualquer decisão, pois um erro nesta etapa pode gerar grandes frustrações, te levando até caminhos que não fazem sentido para você. Mas fique tranquilo, foi pensando neste desafio que a Fundação Estudar criou o Carreira Na Prática, um curso no qual você irá visitar empresas, entender a rotina de trabalho e tirar dúvidas com profissionais para tomar decisões mais embasadas. Inscreva-se até este Domingo, 29/05, com 20% de desconto usando o cupom MINHACARREIRA. Clique aqui para saber mais!

 

 

O que achou do post? Deixe um comentário ou marque seu amigo