Um Projeto: Fundação Estudar
Gestor público é político?

Para trabalhar com gestão pública é preciso ser político?

Por Suria Barbosa

No segundo episódio da websérie sobre carreira no setor público, realizada pelo Na Prática em parceria com o Vetor Brasil, entenda o que significa trabalhar em gestão pública e ser político.

Na Prática, em parceria com o Vetor Brasil, lança uma websérie sobre carreira no setor público, idealizada para sanar as dúvidas mais comuns sobre o tópico. No primeiro episódio, o foco foram as diferenças entre trabalhar nos três poderes, executivo, legislativo e judiciário.

Fundado em 2015, o Vetor Brasil é uma organização suprapartidária e sem fins lucrativos, que atua em parceria com governos estaduais e municipais para atrair, selecionar e desenvolver profissionais que atuarão na área pública. A organização está com processo seletivo aberto até 6 de outubrosaiba mais aqui, ou inscreva-se aqui!

Para trabalhar com gestão pública é preciso ser político? Responder essa questão foi o foco do segundo episódio, confira:

Leia também: Trabalhar com gestão pública pode ser a resposta para quem quer causar impacto social, de dentro e fora do governo

Afinal de contas, gestor público é político?

Nesta segunda parte da websérie sobre carreira pública, Carol Fernandes, da Fundação Estudar, discute as diferenças entre gestão pública e política com Adailton Lopes, engenheiro que trabalhou no Governo de São Paulo, através do Vetor Brasil.

Primeiro, Adailton alerta para um engano comum: pensar apenas nos candidatos eleitos como políticos. “Eles precisam de muitas outras pessoas para construir, de fato, como toda empresa é feita pelas pessoas”, explica.

A diferença entre o gestor público e político se dá exatamente nesse ponto: o gestor é quem atua no dia a dia e o político é a pessoa eleita que, junto com as outras, compõe a administração.

Porém, não é só nisso que os dois se diferem, já que há outro ponto de interesse (e dúvida) comum. Segundo Adailton, não é necessário ter ligação com partidos políticos para atuar na administração pública, a menos que você queira ser eleito como candidato.

Confira mais sobre o assunto no segundo episódio. No próximo, entenda como iniciar uma carreira no setor público!

 

O que achou do post? Deixe um comentário ou marque seu amigo