Um Projeto: Fundação Estudar
Lista de afazeres

Não deixe para amanhã: 8 jeitos de lidar com a procrastinação

Por Redação, do Na Prática

De controlar seu ambiente a criar listas de afazeres e agendar em blocos de tempo útil, há sugestões para todo tipo de perfil. Veja quais são as melhores dicas para acabar com a procrastinação e aumentar a produtividade

É normal: mesmo quem domina muito sua rotina e é muito produtivo tem momentos de procrastinação.

Por isso, o NaPrática.org reuniu as 8 melhores dicas para quem quer parar (ou, sejamos realistas, diminuir) a procrastinação no dia a dia e aumentar a produtividade.

Descubra quais combinam com você!

8 jeitos de lidar com a procrastinação

1. Faça listas

Perca o medo de começar ao quebrar seu problema ou tarefa em pedaços menores. Quando completar cada um, risque-o do papel. A sensação de progresso, mesmo que pequena, lhe ajudará a avançar e assim vai ser mais fácil saber o que é preciso fazer em seguida.

Com o tempo, sua lista pode até se tornar um guia diário com tudo que você precisa fazer.

2. Defina seus objetivos na noite anterior

Para não entrar pânico e acabar se perdendo assim que abrir a caixa de entrada, saiba por onde começar. É ótimo fazer isso na noite anterior, possivelmente nos últimos 15 minutos de trabalho, e escrever quais são as coisas mas importantes no dia seguinte. Estabeleça esse ritual.

Inscreva-se no curso por e-mail: Life Hacks Para Fazer Seus Dias Renderem Mais

3. Teste meios de se comprometer com uma entrega

Quando as entregas são flexíveis ou têm datas distantes, é fácil sair do rumo e ficar procrastinando. Por isso, é bom testar novos meios de se comprometer com entregas e que servirão para incentivar esse comportamento.

Especialistas dão uma sugestão curiosa: entregar 100 dólares (ou qualquer quantia, na verdade) a um amigo e explicar que aquilo só deve voltar para você caso a tarefa esteja feita até um dado horário. Caso contrário, você perde aquele dinheiro, que será doado para alguma organização beneficente.

Não é a única maneira, claro, e você pode criar aquela que melhor combine com seu perfil. Só entenda que esse tipo de compromisso é aquele que você realmente não vai querer quebrar.

4. Cuide de si mesmo ao longo do dia

É natural: seu humor vai se alterar de várias maneiras ao longo do dia e por várias razões, intrínsecas e extrínsecas. Mas há alguns passos que você pode tomar para controlar as consequências, especialmente falando em procrastinação.

Para não se estressar, faça pequenas coisas relaxantes ao longo do dia, como dar uma volta no quarteirão, ouvir uma música favorita, buscar um café fora do escritório, ver um vídeo divertido ou ler alguma coisa.

Também não descuide do sono – aqui há uma matéria completa com as razões para isso –, alongue-se de vez em quando, tome bastante água e prefira alimentos que ajudam seu cérebro, como chá verde, frutas vermelhas, nozes, banana, iogurte e cenoura. Alimentos muito açucarados ou gordurosos fazem o oposto e deixam as pessoas mais lentas.

Leia também: Aprenda a gerenciar seu tempo com a técnica Pomodoro

5. Desenvolva seu próprio sistema para aumentar produtividade

As pessoas são diferentes, e é natural que seus sistemas de produtividade também sejam. Então não se sinta mal se algum sistema não te ajudar com a procrastinação: altere-o quantas vezes for necessário até que não só sinta fácil, mas você tenha vontade de usá-lo para se organizar e se incentivar.

6. Controle seu ambiente

Não importa se você trabalha em casa ou num cubículo, é sempre possível melhorar seu ambiente para lhe ajudar a aumentar a produtividade.

Um exemplo extremo e bastante curioso vem do escritório do Google em Nova York. Ao limitar o “open bar” de M&Ms, que costumavam ficar em cestas abertas e depois foram postos em potes fechados, três milhões a menos foram consumidos em um mês.

Arquitete seu ambiente de trabalho, mesmo que seja apenas sua mesa, para que funcione para você da melhor maneira possível. Você levanta muitas vezes para buscar café? Arranje um recipiente que seja chato de abrir. O barulho dos colegas atrapalha? Invista num fone de ouvido que cancele o barulho externo.

Um aviso no Google Calendar não é suficiente? Faça um de papel. Não consegue se concentrar online? Desligue a internet por 25 minutos num momento de Pomodoro. Veja o que lhe incomoda e seja criativo!

7. Agende tempo para aquilo que nunca sai da lista

Já escreveu aquele item na lista de afazeres mil vezes, mas não consegue começar ou nunca sobra tempo? Experimente literalmente agendar um tempo para aquilo e com uma estimativa realista de quantas horas você precisa. Assim, terá tempo e incentivo para realmente tirar aquilo da sua frente.

8. Planeje seu dia como se você não tivesse mais tempo para gastar

Na esteira da sugestão anterior, vem outra um pouco mais radical: pegue sua lista de afazeres na noite anterior e planeje seu dia seguinte, bloco a bloco, até seu horário de saída certo.

Se o agendamento se mantiver – com tudo que estiver ao seu alcance, inclusive dizer “não” aos colegas quando for possível e não se distrair ou olhar o telefone –, ótimo. Você acaba tudo no horário previsto e aumenta sua eficiência.

Se não der, não tem problema: mesmo seguindo parcialmente aquela priorização, você avança mais e diminui a sua procrastinação. Segundo os estudos, sentir-se no controle de sua agenda é o segredo para não sair esgotado do trabalho. Qualquer coisa que aumentar sua percepção de controle, portanto, pode diminuir seu nível de estresse e aumentar sua produtividade– e vale tentar!

Inscreva-se no curso por e-mail: Como acabar com a autossabotagem na carreira

Extra: uma TED Talk sobre procrastinação (e sobre procrastinar)

Para aqueles que preferem procrastinar um pouco mais antes de colocar as dicas em prática, também é possível assistir à divertida TED Talk sobre o assunto de outro blogueiro famoso, Tim Urban, autor do Wait But Why:

O que achou do post? Deixe um comentário ou marque seu amigo