discussão em grupo

Em artigo publicado na Harvard Business Review, Shane Snow, conta a história de uma palestra que fez em uma empresa recém-adquirida, que havia passado de 300 para 1.400 funcionários. 

Quer desenvolver habilidades únicas de Liderança?

A gente tem o curso que te ensina a Liderar com os melhores!

Como ele mesmo afirma, mudanças rápidas como essa são difíceis para qualquer organização… 

Mas quando Snow perguntou aos líderes qual era o maior desafio, ninguém o respondeu com dificuldades como “escalar a infraestrutura de tecnologia” ou “contratar pessoas qualificadas o suficiente”.

Todos estavam preocupados com os relacionamentos e a quantidade de brigas que aconteciam dentro da organização. 

Havia uma “cultura de argumentação”, que começava pelo topo  e, dado o tamanho crescente do grupo e a nova propriedade, o grande questionamento era se esses padrões de comportamento eram sustentáveis ​​e produtivos.

Foi então que Snow disse a eles que discutir poderia ser uma coisa muito boa e talvez até a chave para o sucesso. Mas só se eles pudessem treinar pessoas para fazê-lo de maneira saudável.

O debate leva a melhores resultados?

Diversas pesquisas mostram que a diversidade cognitiva torna um grupo mais inteligente. 

Duas cabeças são, de fato, melhores do que uma… E muitas cabeças são ainda melhores, especialmente quando todos estão dispostos a compartilhar seus conhecimentos e opiniões.

Além disso, estudos também mostram que a maioria das fusões e aquisições não falham por causa do conflito. Elas falham devido ao “silêncio organizacional” que acontece por medo do conflito. 

Este é o mesmo motivo pelo qual, se você estiver procurando por sinais de que um casal está prestes a se separar, “não falar” é um indicador melhor do que “brigar muito”.

Embora ter contato com diferentes opiniões e maneiras de pensar possa ser desconfortável e, por vezes, até cansativo, a diversidade é essencial se uma equipe quer ter progressos significativos, encontrando novas soluções e inovando. 

Mas para que isso de fato aconteça, o debate precisa acontecer de maneira saudável e em prol da conquista das metas do grupo. 

Leia também: 6 passos para mediar discussões no ambiente de trabalho

Muitas vezes, ao entrar em uma reunião, só queremos vencer os argumentos dos demais membros da equipe, o que até nos faz ignorar evidências que vão contra as nossas crenças originais. 

É como se não estivéssemos dispostos a ouvir e nem a aprender com posicionamentos contrários aos nossos. 

A boa notícia é que adotando hábitos corretos, podemos mudar essa dinâmica, fazendo com que a troca de ideias em um debate seja cada vez mais eficaz. Saiba como:

#1 Lembre-se de que todos estão no mesmo time 

Quase todos os debates no trabalho podem ser enquadrados em uma dessas três categorias de objetivo: 

  1. Persuadir as pessoas de que você está certo; 
  2. Fazer com que você pareça ser melhor do que o seu colega de trabalho e “oponente”;
  3. Realmente encontrar as melhores soluções em conjunto. 

É bem óbvio que apenas o terceiro nos ajuda a tirar o máximo proveito da diversidade cognitiva de um grupo, certo? 

Leia também: 12 jeitos de aprimorar suas habilidades interpessoais

Para orientar as pessoas nessa direção, é preciso definir o cenário iniciando a discussão com um objetivo em comum e ressaltando que todos estão na mesma equipe. Alguns lembretes importantes são:

  • “Estamos aqui juntos para encontrar as melhores soluções possíveis. Somos parceiros e não adversários.”
  • “Todos os pontos de vista que contribuem para a conquista desse objetivo são bem-vindos.”
  • “Não há vencedor. A equipe ganha se progredirmos.”
  • “Todos são participantes iguais; não há hierarquia ou peso especial dado ao ponto de vista de uma pessoa sobre o de outra.”

#2 Mantenha o foco no assunto em questão

Uma das coisas mais difíceis e cruciais para que um debate seja produtivo, é conseguir fazer com que ele se mantenha no mesmo caminho.

Quando a conversa começa a fluir, muitas vezes é natural que comecem a surgir outras discussões paralelas, que muitas vezes só desviam o foco. 

Argumentos subjetivos criados a partir de percepções pessoais também podem acabar atrapalhando a construção de soluções lógicas e embasadas.  

Nessas horas, os líderes precisam fazer com que o grupo relembre qual é o objetivo principal do debate. 

  • “O debate não é sobre quem se importa mais, quem fala mais alto, quem é mais poderoso ou quem é mais articulado.”
  • “Faça a distinção entre fatos e interpretações –  as histórias que as pessoas contam sobre os fatos.”
  • “Se o debate mudar para outros tópicos, reconheça e reinicie.”

#3 Não torne pessoal

Muitas vezes, levamos para o pessoal questionamentos que são apenas em relação aos pontos de vista que apresentamos.  

Quando isso acontece, deixamos a emoção e o ego tomarem conta, fazendo com que a nossa capacidade de reconhecer e apreciar outros pontos de vista seja comprometida. 

Isso reduz muito o potencial de inovação e resolução de problemas de um time e pode ser evitado com algumas regras:

  • Sem ataques pessoais;
  • Evite perguntas que julguem as pessoas ao invés de suas idéias. Por exemplo, experimente trocar questionamentos do tipo  “como você pode acreditar nisso?” por  “o que te levou a essa conclusão?”;
  • Entenda que mudar de ideia é normal e faz parte do processo;
  • Recompense as pessoas por levarem o grupo adiante, em vez de estarem “certas”.

#4 Seja intelectualmente humilde

Para que um debate seja realmente produtivo, os participantes precisam estar dispostos a respeitar todos os pontos de vista e a mudar de ideia quando necessário. 

É isso que os psicólogos chamam de “humildade intelectual” – uma das habilidades mais importantes que um bom líder (e debatedor produtivo) pode desenvolver. 

Para conquistá-la, você deve: 

  • Ouvir e respeitar cada pessoa e seu ponto de vista, mesmo se você discordar;
  • Não levar as coisas para o lado pessoal.
  • Admitir quando perceber que está errado;
  • Ter curiosidade para sempre saber mais: mesmo as ideias ruins podem ser úteis, ajudando a encontrar novas e melhores ideias.

Ao colocar essas dicas em prática, esperamos que você tenha debates mais produtivos e focados em solução! 

Uma boa maneira de ter ainda mais sucesso, é compartilhando este link com o seu time de trabalho para deixar todos na mesma página.

 

Os melhores conteúdos para impulsionar seu desenvolvimento pessoal e na carreira.

Junte-se a mais de 1 milhão de jovens!
Casdastro realizado, fique ligado para os conteúdos exclusivos!
Seu cadastro não foi realizado, tente novamente!

O que você achou desse post? Deixe um comentário ou marque seu amigo: