Um Projeto: Fundação Estudar
reskilling

Upskilling e reskilling: duas formas de desenvolvimento para o profissional da era da inovação

Por Suria Barbosa

Uma das coisas que a velocidade das novas tecnologias traz para os profissionais é a necessidade de se aprimorar constantemente. Nesse contexto, reskilling e upskilling dizem respeito ao desenvolvimento voltado para dois objetivos diferentes – entenda-os!

Em inglês, a palavra skill significa “habilidade”. Daí vem o termo skilling, que, apesar de não ser parte oficial do vocabulário da língua, vem sendo utilizado para temas que dizem respeito a tornar-se hábil em algo, ou se desenvolver. Dois derivados de skilling tomam cada vez mais espaço quando se fala sobre o profissional da era da inovação: reskilling e upskilling.

Ambos pressupõem um esforço voltado para o desenvolvimento e estão em alta principalmente porque a velocidade com que as inovações e tecnologias evoluem – a digitalização, automação e inteligência artificial, por exemplo – faz com que os trabalhadores tenham de se atualizar constantemente – conceito conhecido como lifelong learning, ou “aprendizado contínuo”.

Ações de reskilling ou upskilling podem ser levados pela organização em que o profissional está alocado, por uma necessidade de adequação do time aos novos tempos e prioridades. Ou, um esforço individual.

Leia também: Os robôs vão roubar seu emprego? Site estima o risco que mais de 700 profissões correm com a automação

Upskilling

Upskilling é “aprimoramento”, então diz respeito a se desenvolver no campo em que já possui certo domínio. Aqui, o resultado é que o profissional desenvolve suas qualificações atuais, aumentando as possibilidades de agregar valor à instituição em que trabalhar.

Reskilling

Para reskilling, a tradução aproximada é “requalificação”. Significa, essencialmente, aprender novas habilidades a fim de tornar-se apto a realizar um trabalho diferente. Uma iniciativa da organização, que considera que o profissional possa ser melhor utilizado em um setor diferente, ou pessoal, derivada da vontade de mudar de função ou campo.

Upskilling pode te ajudar a crescer e agregar mais valor à organização – ou se tornar mais atrativo como candidato para as companhias durante processos seletivos. Reskilling, por sua vez, serve como um ajuste de rota, para chegar mais perto do que quer ou precisa, como profissional. Não importa qual faça mais sentido para você, é importante não deixar de investir no próprio desenvolvimento em qualquer fase que esteja.

 

O que achou do post? Deixe um comentário ou marque seu amigo