Um Projeto: Fundação Estudar
Jorge Paulo Lemann

O que Jorge Paulo Lemann aprendeu com Bill Gates, Warren Buffet e Federer

Por Suria Barbosa

O que Jorge Paulo Lemann aprendeu tendo contato com grandes líderes? É este o tema da conversa entre um dos fundadores do grupo 3G Capital e Carolina Bartunek em vídeo da Constellation University.

O que Jorge Paulo Lemann aprendeu tendo contato com pessoas como o fundador da Microsoft, Bill Gates, Warren Buffet, um dos mais conhecidos investidores de todos os tempos, o tenista premiado Roger Federer e Sam Walton, fundador da Walmart, maior rede de varejo do mundo?

Essa foi a pergunta de Carolina Bartunek para o fundador do 3G Capital (grupo que comanda a AB InBev e Kraft Heinz, entre outras companhias) em um dos blocos do Investindo no Futuro, série da Constellation University, canal educativo da gestora de investimentos Constellation.

Para Lemann, a característica comum entre eles é exatamente “pensar simples”. É a tal “simplicidade no raciocínio” que leva ao essencial para resolver qualquer questão, por mais complicada que pareça. “Você fala sobre um jogo que o Federer jogou, ele tem uma análise muito precisa do que aconteceu”, diz o entrevistado. O mesmo para Walton: “se perguntasse a coisa mais complicada do mundo, ele simplificava e ia direto ao ponto essencial, como que ele resolveria aquele problema”

 

 

No Brasil, Lemann fala de Amador Aguiar, que fundou o banco Bradesco, como uma inspiração. “Era uma pessoa muito a frente do tempo dele em termos de criar algo grande no longo prazo”, afirma.
Confira no vídeo abaixo mais sobre as visões do empresário sobre conviver com grandes personalidades e legado. O que Lemann espera deixar para as próximas gerações?

O que achou do post? Deixe um comentário ou marque seu amigo