Um Projeto: Fundação Estudar
Valentim empreendedor na empresa Worth a Million

‘Empreender é ter resiliência’, defende fundador da pré-aceleradora Worth a Million

Por Rafael Carvalho

“O mais importante de tudo é que eu comecei esse negócio porque eu tinha um propósito”, explica Valentim Biazotti

“Tudo começou quando eu comprei o livro Sonho Grande, foi o que me moveu”, explica o empreendedor Valentim Biazotti, hoje a frente da pré-aceleradora Worth a Million, que fundou no final do ano passado e presta apoio a startups e negócios sociais que estão em fase inicial. “Pegamos até os empreendedores que estão partindo do zero”, explica.

O livro, citado por diversos outros empreendedores, conta a história de como um trio de investidores brasileiros — Jorge Paulo Lemann, Marcel Telles e Beto Sicupira, fundadores da Fundação Estudar — criaram um dos maiores grupos empresariais do capitalismo brasileiro e tornaram-se referência no cenário internacional.

Formado em Administração de Empresas pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP), Valentim já havia tentado empreender quando estava na faculdade. Fundou sua primeira startup em 2011, e resolveu encerrar suas atividades no ano seguinte. “Eu queria fazer, tinha brilho no olho, mas ainda não estava com a capacitação necessária para fazer um negócio de alto impacto”, reconhece.

Na faculdade, teve apenas uma matéria que se relacionava à temática empreendedora. “O contato com o empreendedorismo era muito pequeno, e isso se relaciona muito com os problemas que eu enfrentei na minha primeira tentativa de criar uma empresa”, critica o ex-aluno, que espera ver mais disciplinas sobre esse assunto surgirem nas universidades brasileiras nos próximos anos.

Preparação

O aprendizado era claro: ele precisava se preparar. “Hoje em dia temos muitos cursos online disponíveis, e fiz praticamente todos de Stanford relacionados a empreendedorismo e design thinking, e os de inovação do MIT [Instituto de Tecnologia de Massachusetts]”, ele conta.

Assim, sem sair do Brasil, ele teve acesso a conteúdo de ponta de algumas das universidades mais empreendedoras do mundo. Um dos destaques foi o curso disponibilizado online e de forma gratuita pela aceleradora Y Combinator, uma das mais respeitadas do mundo, com sede no Vale do Silício. Para Valentim, o material é imperdível: “Recomendo esse curso para toda e qualquer pessoa que pense em empreender.

Chamado How to Start a Startup (em tradução livre, “Como começar uma startup”), o curso é dividido em vinte palestras com alguns dos nomes mais importantes do cenário empreendedor nos Estados Unidos, como Paul Graham, Peter Thiel, Marc Andreessen e Ben Horowitz.

“Fico sempre imaginando o efeito que isso teria tido na minha trajetória se eu tivesse tido esse conteúdo na faculdade”, brinca, já que a aceleradora oferece a o curso presencialmente em Stanford.

Além das aulas online, Valentim também conta ter estudado muito as metodologias ágeis — lean startup, design thinking, canvas, entre outras. Para isso, alguns livros costumam ser citados por diversos empreendedores, incluinso o próprio Valentim: A Startup Enxuta, de Eric Ries; Design Thinking, de Tim Brown; e Business Model Generation, um longo e criativo trabalho de co-criação para o qual quase 500 autores de todo o mundo contribuíram.

A esse conhecimento, ele também soma sua própria experiência com construção de marcas. É que, logo após ter fechado sua primeira startup, ele entrou como trainee na consultoria de estratégia e branding Sonne. Nesse momento, ele faz questão de não ser mal-entendido: o sonho de empreender continuava vivo, mas era importante focar em aprender e se preparar para o desafio.

Sobre branding, sua leitura preferida (e recomendada) é o livro Kellog on Branding — “o melhor para construção de marcas”. Permaneceu na consultoria por cerca de dois anos, e então saiu já disposto a empreender de novo.

Empreendendo

Foi quando, menos de uma semana depois de ter saído do antigo emprego, participou do Liderança Na Prática 32h, programa de desenvolvimento de lideranças e aceleração de carreira do Na Prática. “O Liderança Na Prática 32h me ajudou muito a entender qual era o meu norte, e foi lá que comecei a desenhar a consultoria que tenho hoje. Se não fosse pelo empurrão que tive lá, com certeza não estaria com a empresa hoje”, relata Valentim sobre o impacto do programa.

Foi assim que decidiu criar a Worth a Million, que nasceu como uma consultoria de estratégia e branding para startups e negócios sociais, mas acabou encontrando o seu lugar como pré-aceleradora. Com a empresa, sua ideia é ajudar as pessoas que estão passando pelas mesmas dificuldades que ele, quando tentou empreender pela primeira vez.

Foi também do networking feito durante o Liderança Na Prática 32h que vieram os seus primeiros clientes e outras indicações de clientes. A participação de eventos do universo empreendedor, inclusive, é uma das práticas que ele recomenda com mais ênfase para quem está começando o próprio negócio.

O nome, que pode ser traduzido com “Vale um milhão”, reflete um objetivo ambicioso — exatamente como prega a cultura que aprendeu em Sonho Grande. Em dez anos, quer impactar um milhão de pessoas. Para alcançar esse número, conta não só com a atividade de pré-aceleração, mas também com palestras e cursos de capacitação.

No universo do empreendedorismo, acelerar significa aumentar o ritmo de crescimento e desenvolvimento de uma empresa durante a sua entrada no mercado.

Na Worth a Million, a ideia é atender e apoiar empreendedores em diversos momentos do que pode ser considerado uma fase inicial, anterior aos negócios já um pouco mais maduros que costumam ser apoiados por aceleradoras tradicionais. Daí o conceito de pré-aceleração. Mesmo aqueles que ainda não tem um produto definido ou mesmo uma ideia inicial podem contar com a ajuda da Worth a Million nessa tarefa.

O que Valentim oferece é uma estrutura mental, cujo objetivo é organizar e estruturar os primeiros momentos da jornada empreendedora. “Depois que a pessoa passar pelas nossas mãos, queremos ter a certeza de que sua empresa continuará crescendo, até mesmo com a ajuda de outros agentes”. Até hoje, já atendeu 21 startups e negócios sociais, dos quais todos continuam em atividade e crescendo.

Propósito

Nesse processo, também aprendeu que muitos empreendedores de primeira viagem precisam mesmo é de apoio emocional — e ele também está lá para isso. “Um dos nossos papeis é tirar a pessoa daquele momento de depressão, que ela pensa em desistir”, explica. O objetivo é trazer o empreendedor de volta aos trilhos, para que possa executar aquilo que tem na cabeça.

“Ser empreendedor é ter resiliência”, ele insiste em ressaltar. “Tem dias que você acorda com um ânimo incrivel, e têm outros em que parece que nada vai dar certo”. Aí, também entra em cena outro fator crucial para um empreendimento dar certo. Mas, para entendê-lo, é necessário dar alguns passos para trás.

Trata-se do propósito: uma razão profunda por trás da criação da sua empresa, e que te motiva a continuar. Pode também ser explicado pela máxima de que “todo empreendedor deve ser apaixonado”.

“O mais importante de tudo é que eu comecei esse negócio porque eu tinha um propósito”, explica Valentim. Como assim? Para ele, transmitir esse conhecimento que adquiriu para outras pessoas é um jeito de contribuir para uma sociedade melhor. “Precisamos capacitar e ajudar essas pessoas que querem empreender, porque elas tem um potencial de impacto na sociedade muito grande”, explica. Em uma sociedade meritocrática, ele quer capacitar para o mérito.

Nesse assunto, ele é bastante pragmático: “Se você não tem uma paixão muito grande pelo que está fazendo, você não vai conseguir passar pelos desafios de empreender”. Buscar o propósito de cada empreendedor também faz parte das reflexões que surgem no processo de pré-aceleração. Pra Valentim, esse processo também aconteceu no Liderança Na Prática 32h. Hoje, o Na Prática promove um programa de desenvolvimento de carreira voltado exatamente para encontrar e conectar o seu propósito – o Autoconhecimento Na Prática.

Para muitos criadores de startups, inclusive, Valentim sente que existe uma vontade forte de empreender e fazer uma empresa tecnológica, mas ainda não é claro o propósito. São questões que o empreendedor precisa saber responder, como: Que problema você vai resolver? O que te move e te motivará ao longo da jornada exaustiva de empreender?

Leia também: Dez cursos rápidos que mudam a vida de um empreendedor

Negócios sociais

No caso dos empreendedores sociais — aqueles que se propõem a resolver problemas sociais ou ambientais com suas empresas — a questão do propósito e do sonho parecem estar mais resolvidas. Afinal de contas, são negócios que já nascem de uma vontade poderosa: tornar o mundo um lugar socialmente mais justo, ou ambientalmente mais sustentável.

O que ele quer trazer para o mundo dos negócios sociais é exatamente a mentalidade de business que costuma ser mais abundante entre os seus colegas de startups. Em outras palavras, a importância de focar em escalabilidade, crescimento sustentável e eficiência. “São empresas que também precisam se preocupar em ter um faturamento, atrair e reter clientes, inovar e crescer”, comenta. Aqui nio Brasil, sente que esse entendimento ainda precisa ser mais difundido. “Teremos que mudar nossa maneira de pensar negócios”, conclui.

O programa de pré-aceleração da Worth a Million é pago, e é possível concorrer a bolsas por aqui

 

Dica do Na Prática:

Ainda não sabe qual rumo dar para a sua carreira? Não deixe de conhecer bem de perto o mercado de trabalho antes de tomar qualquer decisão, pois um erro nesta etapa pode gerar grandes frustrações, te levando até caminhos que não fazem sentido para você. Mas fique tranquilo, foi pensando neste desafio que a Fundação Estudar criou o Carreira Na Prática, um curso no qual você irá visitar empresas, entender a rotina de trabalho e tirar dúvidas com profissionais para tomar decisões mais embasadas. Inscreva-se até este Domingo, 29/05, com 20% de desconto usando o cupom MINHACARREIRA. Clique aqui para saber mais!

 

 

O que achou do post? Deixe um comentário ou marque seu amigo