Fundação Estudar - Na prática - Desenvolvimento pessoal e profissional de jovens

  • Home
  • >
  • Desenvolvimento
  • >
  • Empreendedorismo financeiro: 5 estratégias, segundo sócio da Valor Capital

Empreendedorismo financeiro: 5 estratégias, segundo sócio da Valor Capital

Na imagem, Paulo Passoni sorri. É um homem branco, de cabelos grisalhos, sem barba. Trata-se de umas das maiores autoridades do empreendedorismo financeiro brasileiro

O mundo do empreendedorismo financeiro é vasto e complexo, mas também repleto de oportunidades. Conversamos com Paulo Passoni, sócio-gerente da Valor Capital Group, uma das principais gestoras de fundos de Venture Capital e Growth Equity do país, para entender as estratégias-chave para o sucesso neste setor dinâmico.

Paulo Passoni, 45 anos, é um veterano no mundo dos investimentos, com uma carreira impressionante que o levou a ocupar cargos de destaque em empresas de renome internacional. Antes de ingressar na Valor Capital, ele atuou como sócio-gerente de investimentos dos fundos latino-americanos do SoftBank, onde desempenhou um papel fundamental em vários conselhos de empresas de destaque. Com formação em negócios e finanças pela FGV e diplomas da Harvard Business School e da Kennedy School, Passoni é uma autoridade no setor.

As 5 estratégias de empreendedorismo financeiro de Paulo Passoni

#1. Avaliação do setor e autoavaliação profissional

Segundo Passoni, a primeira etapa crucial para quem quer se enveredar no mundo do empreendedorismo financeiro é entender a dinâmica do mercado em que se deseja atuar.

“É como um lago”, ilustra ele. “O empreendedor precisa avaliar se há ou não peixes e escolher o lago correto. Isso vale para qualquer segmento, tanto no de renda fixa como no de Venture.

Além disso, explica Passoni, é essencial fazer uma autoavaliação honesta para identificar suas próprias habilidades e preferências profissionais, adaptando sua estratégia de acordo.

“Cada pessoa possui um perfil diferente”, resume. “Alguns são extremamente quantitativos e não tão bons em lidar com pessoas. Há quem seja bom em lidar com pessoas, por exemplo, mas não é tão bom com análises. E tem profissionais que são bons em ambos

#2. Identificação de oportunidades e tendências

Para identificar oportunidades de investimento, Passoni destaca a importância de encontrar uma razão de ser dentro da indústria escolhida. Seja através da identificação de mudanças tecnológicas disruptivas ou da criação de soluções inovadoras para problemas existentes, é fundamental ter clareza sobre o valor que sua empresa pode agregar ao mercado.

“Hoje em dia, obviamente, seria inteligência artificial. E aí você pode imaginar vários negócios utilizando essa nova ferramenta. Outra opção é você entender muito de uma certa indústria e tentar criar algo que a torne melhor. Do ponto de vista da Valor, quando olhamos para empresas privadas, o indicador crucial é qualidade do time e quanta clareza eles têm em relação ao que eles estão fazendo, se estão gerando valor para os seus clientes”

#3. Desenvolvimento de rede e relacionamentos

No mundo dos investimentos, construir uma rede sólida é fundamental. Passoni enfatiza a importância de conhecer uma ampla gama de profissionais do setor, mas também ressalta a necessidade de discernimento ao cultivar relacionamentos valiosos. Priorizar conexões genuínas e de alta qualidade, na visão dele, é essencial para maximizar o impacto da sua rede no sucesso empreendedor.

“Toda vez que encontramos em nossas vidas pessoas de qualquer âmbito que possuem habilidades especiais, que trocam ideias de uma forma legal, essas sim são importantes para termos ao nosso redor. A cada 10 pessoas que você encontrar, talvez apenas uma seja extraordinária.”

#4. Gerenciamento de riscos e tomada de decisões

Em um ambiente sujeito a riscos significativos, a habilidade de gerenciamento de riscos e tomada de decisões é crucial. Passoni destaca a importância de manter uma mente aberta e estar disposto a reavaliar suas decisões à luz de novas informações. Além disso, ele enfatiza a importância de criar uma cultura organizacional baseada na confiança mútua, facilitando o debate e a tomada de decisões informadas.

“Algumas decisões são reversíveis, outras não”, pontua Passoni. “As reversíveis podem ser tomadas de forma mais rápida. As demais merecem debate com o seu time. E o que gera uma boa discussão é a confiança entre os membros. Quanto maior a confiança dos entre eles, melhor será o debate.”

#5. Utilização de tecnologia e inovação:

A tecnologia desempenha um papel cada vez mais importante no mundo dos investimentos. Passoni diz que o potencial da inteligência artificial para transformar a forma como as análises são conduzidas e as decisões são tomadas. Além disso, ele enfatiza a importância de manter uma equipe altamente capacitada e curiosa, capaz de aproveitar ao máximo as ferramentas tecnológicas disponíveis.

 

Busca cursos gratuitos de aperfeiçoamento profissional?

Então se liga nessa curadoria que a Fundação Estudar fez para você! Com aulas 100% online
e a participação de grandes nomes do mercado de trabalho, esses materiais vão te ajudar
desde a entrevista até os desafios que aparecerão na sua carreira!

Clique para garantir seu acesso gratuito!

 

Em suma, empreender no setor de investimentos exige uma combinação única de visão estratégica, habilidades interpessoais e adaptabilidade às mudanças tecnológicas. Com as estratégias certas e uma mentalidade de crescimento contínuo, os empreendedores podem navegar com sucesso neste emocionante e competitivo campo.

 

Os melhores conteúdos para impulsionar seu desenvolvimento pessoal e na carreira.

Junte-se a mais de 1 milhão de jovens!

O que você achou desse post? Deixe um comentário ou marque seu amigo:

MAIS DO AUTOR

EM DESTAQUE

Os melhores conteúdos para impulsionar seu desenvolvimento pessoal e na carreira.

Junte-se a mais de 1 milhão de jovens!