Desenvolvimento

5 dicas para encontrar a empresa perfeita e o trabalho dos sonhos, segundo especialistas

É necessário explicar minhas motivações e propósitos se o recrutador não perguntar? Quando é hora de falar de pretensão salarial? E o que vestir para passar a melhor impressão na entrevista de emprego?

Sim, existem muitas dúvidas que surgem quando estamos passando por um processo seletivo. Para a maioria delas, sem dúvidas, existe uma resposta. A respeito de outras, porém, não devemos nos preocupar tanto.

Mas como saber o que pensam e o que esperam os recrutadores?

Esse foi o tema do segundo dia do evento Um Salto Para o Seu Futuro, da Fundação Estudar, nesta quarta-feira (18). Com a ajuda de Lívia Kuga, Líder em Pessoas e Performance da Stone, e Roberta Valezio, Head de Engajamento e Experiência na Neon, o público ouviu dicas que ajudam na hora do processo seletivo.

Confira a seguir.

5 dicas para acertar o caminho profissional e ir bem

#1. Foque, mas esteja aberto a mudanças

Logo no início do painel, Lívia Kuga explicou que um dos seus maiores erros no início da carreira foi o de prestar “milhares” de processos seletivos ao mesmo tempo.

Segundo ela, isso prejudica nossa capacidade de estar cem por cento bem durante uma entrevista, já que o nosso tempo e a nossa energia estão sendo divididos com outras demandas.

A líder diz, nesse caso, que o ideal é manter um foco na hora de procurar trabalho, ainda que, no fim das contas, seja preciso estar aberto ou aberta às mudanças de carreira.

Trata-se de um equilíbrio, segundo ela explicou, que pode ser fundamental para tirar a pressão de um momento tão difícil como o início de carreira.

#2. Entenda o que você não gosta

Já para Roberta, uma postura que pode ajudar a determinar o foco indicado por Lívia é entender os trabalhos que o profissional não quer fazer.

Uma dica, então, segundo ela, é fazer listas de empresas e funções que se adequam aos seus valores e uma outra lista de tarefas que, mesmo dentro do escopo da sua formação, não te animam.

Essa ideia, aponta a gestora, pode orientar melhor os esforços de desenvolvimento antes de ingressar no mercado de trabalho e mesmo depois.

#3. Entenda as empresas nas quais você quer trabalhar

Segundo Roberta, algo muito importante que ajuda os profissionais a serem mais felizes em seus trabalhos é entender o serviço ou produto entregue pelas empresas.

Para ela, pensar cultura das empresas e se conhecer não basta. O modelo de negócios e como a organização funciona indicam como será o seu dia a dia.

Algumas das maneiras de verificar esse tipo de informações são:

  • Olhar sites como o Glassdoor, para colher depoimentos;
  • Verificar o Linkedin de outros funcionários das empresas para as quais você está aplicando
  • Olhar as notícias sobre a empresa na imprensa
  • Questionar detalhes da empresa em entrevistas

#4. Adquira as competências que você não têm e que te reprovam

Para quebrar o paradigma entre o candidato que não tem uma competência e a vaga que demanda essa habilidade, Lívia diz que não tem saída: é preciso estudar e adquirir as habilidades.

Uma forma de fazer isso, segundo ela, é pesquisando as habilidades que a maioria das empresas tem procurado. Habilidades ligadas a tecnologia, como programação, por exemplo, podem ser um caminho definitivo nos próximos anos.

#5. Entenda o mecanismo de busca dos recrutadores

Para Roberta, é importante que os profissionais compreendam o padrão de busca dos recrutadores para criar um perfil recheado de palavras-chaves que melhor descrevam suas habilidades e seu histórico profissional.

Estar preparado, segundo ela, é compor um currículo que resuma com eficiência quem você é e como você pode ajudar nas demandas de uma posição em específico. Além disso, estar preparado é também conhecer a empresa, o escopo da vaga e tudo que envolverá o seu trabalho. Não basta apenas enviar um arquivo.

Serviço

O evento Um salto para o seu futuro continua amanhã, 19 de maio. Para descobrir a programação e se inscrever, basta acessar o link a seguir.

Inscreva-se no evento Um salto para o seu futuro

E leia também sobre a palestra dessa terça-feira, dia 17, no link a seguir:

“Ser prestativo sem esperar nada em troca é o verdadeiro networking”, diz Isabela Matte, Forbes Under 30

Deixe um comentário
Compartilhar

Posts recentes

Pensamento crítico ajudou minha carreira, diz Carlos Brito, premiado Líder Transformador 2022

Sonho grande, pessoas e cultura. Esses foram os valores que guiaram o engenheiro carioca Carlos…

1 dia a

“Para selecionar talentos, cultura é mais importante do que hard skills”, diz ex-Shark Tank Luciano Bueno

O que é mais importante na hora de contratar uma pessoa? Seu currículo deve ser…

4 dias a

Entenda o conceito de liderança, a importância e como ser líder

Você sabe o que é liderança? A definição até pode variar de acordo com a…

5 dias a

Décimo terceiro salário: o que é e quais as regras do benefício em 2022

Quem é contratado de uma empresa pelo regime de Consolidação das Leis do Trabalho (CLT)…

5 dias a

Programa de trainee da Renner seleciona talentos para áreas de Produto e Gerência de Loja

A Lojas Renner S.A., maior varejista de moda omni do país, iniciou o processo de…

1 semana a

Forbes Under30 e ex-Shark Tank, Luciano Bueno dá aula online gratuita sobre liderança

No próximo dia 29, a partir das 19h, o executivo Luciano Bueno realizará uma aula…

1 semana a