Um Projeto: Fundação Estudar

Bate-papo com Fersen Lambranho

Por Cecília Araújo

Um dos protagonistas na busca por negócios com potencial de crescimento no Brasil

Bacharel em engenharia civil pela Universidade Federal do Rio de Janeiro e Msc em administração de empresas pela COPPEAD-UFRJ, Fersen Lambranho trabalhou por 12 anos nas Lojas Americanas, chegando ao cargo de CEO. Em 1998, ingressou na GP Investments, empresa da qual hoje é sócio e presidente do conselho de administração.

Uma das principais companhias de investimentos alternativos da América Latina, a GP Investments tem como foco a gestão de fundos de private equity. Sua especialidade é adquirir participações em empresas maduras com grande potencial de crescimento e desenvolver esse potencial por meio da implementação de mudanças na gestão das companhias. A GP exerce influência direta nas empresas em que investe através da participação em seus conselhos de administração e da nomeação de gestores para o dia a dia do negócio.

Fersen é atualmente presidente do conselho da Centauro, Magnesita e LBR – já foi presidente do conselho da Oi, Contax, Gafisa e ABC Supermercados. Atua ainda como membro do conselho de administração da BHG, BRZ Investimentos e GP Advisors, além de várias entidades sem fins lucrativos, como a Fundação Bienal de São Paulo. Anteriormente, ele foi também membro do conselho de administração da BR Malls, San Antonio, Estacio, Allis, Tele Norte Leste Participações, São Carlos Empreendimentos e Participações, Playcenter, Shoptime, Farmasa, BR Properties e Americanas.com.

A GP foi criada em 1993 pelo trio Jorge Paulo Lemann, Beto Sicupira e Marcel Telles, referências do empreendedorismo brasileiro. Dez anos depois, os três deixaram a companhia, hoje administrada por uma nova geração de sócios. A GP foi a primeira empresa de investimentos da América Latina a abrir o capital na Bolsa de Valores. Em 2006, a empresa levantou 308 milhões de dólares com a oferta pública.

Desde sua fundação, a empresa já investiu mais de 5 bilhões de dólares na aquisição de mais de 50 empresas em 15 diferentes setores da economia. Entre esses investimentos estão a empresa de e-commerce Submarino, a construtora Gafisa e a rede de lojas de artigos esportivos Centauro.

O que achou do post? Deixe um comentário ou marque seu amigo